sexta-feira, 20 de julho de 2007

Celebrar o nosso Amor ...


A frase é tua , apenas a repito ... Celebrar o nosso Amor ... Foi o que disseste enquanto caminhávamos de mãos dadas , felizes , como duas crianças , com a mesma pureza , com todos os sonhos por concretizar e com a doce ilusão de um futuro onde poderemos viver cada vez mais juntos ... Tal como duas crianças a descobrirem o primeiro Amor .

Obrigada , meu Amor ... Os dias que passamos juntos , como se nada mais existisse , foram sagrados e essenciais . A lindíssima cidade que pelas tuas mãos me mostraste com uma alegria tão límpida , ficará para sempre com a nossa imagem . Sei que nunca mais ali voltarei sem ti , porque naquelas ruas ficamos nós , ficou o rasto dos nossos risos , da nossa felicidade, da cumplicidade e do deslumbramento de sermos um .

Estar contigo é uma luz imensa , indescritível . E embora te fale a poucas horas de te ter deixado , as saudades já me se manifestam com uma intensidade quase inacreditável . Foi assim desde o momento em que entrei no meu carro para vir embora e tu seguraste a minha mão com força , como se não me quisesses deixar ir . Foi assim desde o momento que te dei o ultimo beijo e nele todo o meu Amor .

Ao meu lado , o vazio manifesta-se agora pesadissimo . A intensidade dos dias vividos ao teu lado foi demasiada e os meus olhos insistem em procurar-te onde não estás . Imagino-te então , aí , sozinho . Percorrendo ainda essas ruas , sabendo que te falta a minha mão , a minha voz , a presença tão bela de nós dois . Queria estar aí . Queria voltar ao inicio desta semana , ao dia em que te esperei com tanta ansiedade para partir contigo , sabendo sem o viver ainda , que seriam momentos eternos , gravados para sempre na alma .

Não me enganei . Mas despedi-me a cada hora de ti , sabendo do implacável tempo que estava a passar , a roubar-nos mais uma vez ...

Ontem, fiquei acordada durante muito tempo , enquanto dormias ao meu lado ... Acho que não queria perder a tua presença no sono , por isso mantive-me ali , olhando-te , perguntando-me porquê ... porquê este Amor que tantas provas nos pede ? Porquê esta sensação sempre presente de que te amo há mais tempo do que te conheço nesta vida ? Porquê esta dor que queima no peito quando estás longe ? Porquê , meu Amor , não nos é concedido o sonho ? Porquê não podemos viver a plenitude de nos amarmos , todos os dias ? Porquê encontrei em ti tudo o que imaginei ser impossível encontrar em alguém ? Porquê ? ...

Olhando-te enquanto dormias , acariciei o teu rosto , o teu cabelo , permitindo que as minhas mãos memorizassem cada traço teu , a maciez do toque dessa imagem que sempre guardo de ti ... o teu rosto que amo , que transforma o meu sorriso quando os meus olhos te alcançam . Deixei que as minhas mãos te tocassem levemente , não te queria acordar . Só queria ficar assim para sempre : na certeza do Amor , sem tempo , sem dúvidas , sem medos . Num momento perfeito em que foste meu e não existiu mais nada ou ninguém entre nós . Beijei-te levemente e tu sorriste e apertaste a minha mão . E depois abraçaste-me e nos meus olhos correram lágrimas sem que as visses , porque as escondi . Mas não eram as lágrimas habituais . Estas descreveram o que é encontrar um sonho na vida , um milagre que não se repete .

Será que tu percebes o quanto te amo realmente ?
Tu és diferente , meu Amor .. Também te roubo esta frase que me disseste . Porque talvez , neste mundo , só eu sei a verdade dela . Tu és diferente ... Tu guardas em ti a beleza , a pureza , a sensibilidade que não temes , a entrega rara de um homem para uma mulher . Talvez só pudesse ser assim comigo . Talvez o teu destino estivesse ligado ao meu e o nosso encontro aconteceria sempre , mesmo que vivessemos em lados opostos do mundo . Porque este Amor e o seu carácter eterno e sublime não podia ser adiado, ignorado , esquecido .

Tu és meu , não importa a realidade que vivas . Tu és meu ... Eu sei a verdade com o que reafirmas .

Obrigada , meu Amor . Sim, celebramos o nosso Amor , enganamos o tempo , abraçamo-nos sentindo que mais do que nos amarmos , somos um . E só o Amor é real ...
Não há promessas... Nunca as houve . Mas sei que não quero encontrar um lugar no futuro , onde não estarás . Não te encontrei para te perder . E é nestes momentos que sei que o milagre de estarmos juntos e amarmos como nunca antes , está acima de tudo .

Até já, meu Amor ...

8 comentários:

Daniel Aladiah disse...

Quem não deseja ser assim amado?
Quem assim ama merece todo o amor que recebe!
Um beijo
Daniel

por uma lágrima disse...

Um brinde ao vosso amor...
Quanta magia nestes corações que caminham de mãos dadas!
E o brilho dos vossos olhos são dois cristais que o tempo irá lapidar.
Beijo doce duma lágrima salgada

Scorpshine disse...

Até me falta o ar, muito sinceramente...

Estou a comentar agora mas já é a segunda vez que leio este post e...até me dói o coração!

Dói-me o coração em cada palavra tua que tanto amor, saudade e expectativa transmite, vives algo muito real que transformas tão bem no mais belo conto de fadas. Vejo o meu próprio namoro em muitas das tuas frases, mesmo muitas, frases que digo e outras que o meu amor me diz, sei lá, é um paralelismo ainda que não idêntico em tudo, mas sem te condenar em absolutamente nada, digo-te que és uma mulher de muita força mesmo, dás tudo pelo teu amor, e mesmo sabendo que ele não pode por agora ser teu, nunca deixará de o ser, porque sempre foi teu, porque é a magia e a intensidade de tudo que acontece entre vós que te prova isso.

Há amores mágicos, esses são os únicos que merecem ser vividos na minha opinião, e tu ergues dia após dia o mais belo monumento em homenagem ao amor que te preenche, que te sufoca, que te faz sofrer mas que é tão bom sofrer!
É aquele nó no peito que não nos deixa respirar, que nos faz sentir querer estar sempre onde não estamos, com quem não estamos...no fundo, resume-se a isto, perfeito mesmo era estar sempre junto a ele onde quer que fosse, aí o nó no peito desapareceria...

Querida Paula, como eu te compreendo e te adoro por isso mesmo!

Escreve até que o teu coração deixe de bater, porque enquanto bater, haverão sempre lindas palavras para dizer, mesmo que acerca de coisas tristes...

Se há coisas que nunca mudam, que sejas uma delas!


Scorpkisses darling

Scorpshine disse...

Só agora é que vi...
O coment ficou enorme...desculpa querida, eu esqueço tudo quando estou a escrever.

Beijo,
Sorry

princesa do nada disse...

Minha querida...
Já tinha saudades!!
Eu ate me arrepiei a ler isto!
Que sonho...
Devem haver poucos homens a amar assim e poucas mulheres a amar como tu.
Estar na situação em que estamos faz-nos amar com muito mais intensidade e pureza!
Faz-nos sofrer, perder as esperança, faz-nos chorar e ter vontade de fugir, mas é um sentimento unico e inexplicavel.
Torna-nos mais fortes!

Continua a acreditar e segue sempre o teu coração*

Beijinho grande

Lia disse...

Quando se ama entrega-se o corpo e a alma, sem restrições, limites ou fronteiras... e só assim se pode celebrar o amor...

E ainda que o tempo custe a passar, chegará o dia em que as despedidas não serão mais necessárias...

Um beijo com carinho

Fernando disse...

Descobri que não existe felicidade extrema na vida de um ser humano se ele não tiver um grande amor.

Já fui "Apenas Palavras" depois "A Minha Louca Paixão" e agora "O Fôlego de um Homem" no entanto os meus amigos, aqueles que se distinguem pela qualidade daquilo que escrevem nunca me serão indiferentes nem deixarei de os ler, pois a tua escrita dá-nos coisas lindas e maravilhosas, gosto dos teus textos e a forma como escreves, dentro do pouco tempo que tenho é um dos cantinhos que eu gosto de visitar.

Boa semana,
Beijo

Cláudia disse...

Só para deixar um beijinho. ***