quarta-feira, 21 de maio de 2008

A vida inteira não chega para te amar assim...


Mãos unidas ... guardo de nós essa imagem simples porém intensa . Guardo de nós , o momento em que a tua mão procura e segura a minha , mas também a inexistência de um momento em que esse laço invisível se tenha desfeito , no meio de toda a distância e da realidade que é a nossa vida .
As nossas mãos têm permanecido unidas pelos mais difíceis dias e noites , pelas mais tortuosas dúvidas , através de todas as decisões .

Queria segurar agora a tua mão , com calma e doçura . Procurar os teus olhos e encontrar a minha vida neles . Sim, porque vida , eu sinto contigo . O resto são horas perdidas que passam por nós . Mas mesmo por todas essas horas que não são nossas , existe um encontro , uma dimensão , um lugar onde nos buscamos e encontramos .

Queria poder fugir de tudo isto . Não para longe de ti , mas contigo . Fugir das noites que encerram com lágrimas . Fugir do silêncio . Fugir das palavras que por vezes te dilaceram . Fugir enfim da vida que temos, plena de sonhos adiados .

Existem sonhos , meu Amor . Existe um Amor que se agiganta . Existes tu , aí , sozinho e eu , igualmente só . Nunca estaremos sós enquanto nos tivermos um ao outro , poderás dizer ... Então explica-me porque me sinto verdadeiramente sozinha . Porque o silêncio me faz confessar a mim própria que não estás hoje e dificilmente estarás algum dia .

Fecho os olhos e vejo-nos juntos . Estás adormecido ao meu lado e eu busco a tua mão , como faço sempre . Devagar , para não te acordar . Mas também a tua mão procura a minha e a segura com força , como se nunca quisesse deixar ir . Olho então as nossas mãos unidas e sei que ali está a imagem perfeita do nosso sentimento . E sinto-me plena , apaixonada , feliz . Assim foi a ultima vez que estivemos juntos . Assim será sempre .
Mas a despedida faz-se de uma dor que não pretendo explicar . Não existe essa explicação.

Estou aqui porque te amo , essa a razão . E porque ainda acredito num qualquer milagre . Estou aqui também porque conheço o carácter e a verdade do teu Amor por mim.

Mas demasiadas vezes, queria apenas chegar aqui e dizer que o Amor vence , que estás ao meu lado e não aí . Demasiadas vezes a realidade me silencia ...

Guardo todas as caricias que não podem ser ainda tuas , nas minhas mãos fechadas . Espero por ti . E às vezes pareces-me inalcançável . Outras vezes , parece-me que o sonho está a um passo , a um instante , a uma palavra .

Não te poderei perder, meu Amor . Essa não é uma opção . Talvez a vida nos afaste cada dia mais de um sonho possível . Ou pelo contrário , talvez o muro caia e a luz possa entrar . Tempo... sempre o tempo , nosso carrasco . Talvez um dia , o tempo decida por nós ...

O que sei , sem hesitar , é que tu e eu vamos amar-nos para sempre. Porque a sensação de entrega , cumplicidade, de reconhecimento , de amor total e puro nunca se perdeu e cada vez é mais forte .

Sinto que ainda seremos felizes , bem juntos ... Tu também sentes .

Até já , meu Amor ...








19 comentários:

Divinius disse...

Tanto amor*)

Charmoso disse...

Até já

loool

bjs com charme

Verdinha disse...

hj revi-me tanto nas tuas palavras...

bjoooo de mt força

Anónimo disse...

Sempre que te leio as lágrimas correm-me...

Um grande beijinho da lagrimatua

A disse...

Guarda sempre momentos felizes em ti, é a única forma de conseguir suportar o tantos outros que te assaltam a cada instante na ausencia e na dor de querer e nao ter. E a certeza mais do que absoluta que o Amor é eterno nunca a percas, força! Um dia...um dia os muros vão cair...assim o espero por ti!
Beijinho grande que te faça companhia nos momentos de solidão.

brisa de palavras disse...

Há amores que duram uma vida...nem que não vivam uma vida...
um braço
brisa de palavras

Paulo Lopes disse...

Fico a torcer por ti como desde a primeira vez que passei aqui.
Bj.***

O Profeta disse...

Uma voz quebra o silêncio
Um espelho retêm a beleza
Vi com os olhos fechados
A fúria da minha incerteza

Fecham-se as janelas de poente
Este nevoeiro galga o pensamento
Uma semente solta num ribeiro
Corre no incerto de cada momento


Deixo-te uma doce acalmia


Mágico beijo

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá minha querida Paula, desde que te visito, tenho dito, o que está destinado a nós não irá para os outros... Amiga, só te pedia um pouco de racionalidade, amas...muito bem, erpero de facto que esse amor seja correspondido da mesma maneira, com uma intensidade mágnifica...
Beijinhos do meu coração para ti,
Fernandinha

Angel disse...

Olá Paula...como sempre fantástico o que escreves...é sempre bom passar por aqui..um beijinho muito grande para ti...uma tarde cheia de Sonhos...

Reticências disse...

Adivinho-te uma pessoa tão doce...

Tão doce.
Que a vida te traga também doçura.

: )

Brain disse...

Sentimento PLENO,
Dúvidas certas,
Escrita Excelente.

Um Beijo meu.

crisálida disse...

É impressionate, paula, como tuas palavras parecem terem sido saídas da minha alma. Lembro-me do primeiro recado que tu me deixaste no meu antigo blog que tu acompanhavas. Tu disseste que impressionou-se porque a minha escrita parecia a tradução dos teus mais íntimos sentimentos. E lembro-me quando vim aqui ler-te e precisamente a mesma coisa aconteceu comigo. É impossível ler-te sem chorar, é impossível ler-te e não sentir cada fibra da minha alma ser tocada.
Se existe alguém que conhece precisamente o que sinto, és tu.
E é tão intenso isso, que até ele, quando te lê, vais às lágrimas, porque as tuas palavras refletem a nossa dor, as nossas barreiras, os nossos medos mais secretos.
Gostava muito de conversar contigo pelo msn, mas tu disseste-me que não o usa. Eu tenho dificuldades de responder e-mails, e aquele que tu me mandaste uma vez, perdi. Se algum dia passares a usar msn, o meu é: lucianafranco_1@hotmail.com

Fica bem, querida... O amor vai vencer nos dois casos! Não há força mais impoluta, soberana e irresistível que o amor.

Beijinhos

crisálida disse...

Não consigo parar de ler esse teu texto, Paulo. Várias vezes entro aqui para lê-lo, porque verdadeiramente eu poderia ter escrito cada palavra, com o mesmo sentimento. Se me visses agora, lavada em lágrimas.

"Tempo... sempre o tempo, nosso carrasco. Talvez um dia, o tempo decida por nós ..."

Essa frase diz tanto, tanto, tanto...

E sim, às vezes ele parece-me inalcansável, como às vezes parece-me estar à um passo, à um gesto, à uma palavra... àquela frase que anseio como o desejo mais ardente. A tão sonhada frase que não serei eu a ouvir, mas que será o meu encontro com a paz...

Crisálida disse...

Opsss... PaulA... ;-)

Anónimo disse...

Oi,
Moça, o título é deveras muito intenso. Uma vida inteira amar desta tua maneira... puxa...
Viverás uma vida inteira a amar às escondidas...Vives a realidade dele...Será mesmo verdadeira a realidade que ele te dá.
Menina acorda...se ele ama-te verdadeiramente já devia estar contigo.Não queiras ser a outra.
Mereces ser feliz...beijinho

Ninita de Sempre disse...

A nossa Paula anda desaparecida...esperemos que isso seja sinal de dias melhores...beijinho

Azul disse...

Boa noite Paulinha!

O inicio do teu post "Mãos unidas ... guardo de nós essa imagem simples porém intensa "... por si só, para mim, definem um sentimento que vai muito mais além da pele. É um simples toque que nos entra pela alma dentro como um relâmpago que vem para ficar.

E fica... SEI que fica. E é a esse sentir que por vezes nos agarramos nos momentos em que a ausência faz questão de nos bater á porta.

Uma vida inteira não chega para amar assim... é bem verdade.

Porque quem ama... quer sempre dar mais e mais... quer conseguir superar sempre e sempre cada dia.

Acredito que são felizes, apesar de todas as condicionantes e acredito que um dia as irão ultrapassar.

Um beijo grande para ti
Azul

O Profeta disse...

Teus olhos são sóis adormecidos
Perdidos no profundo da noite
Luzeiros na procura da aurora
Que viajam sem rumo ou norte

Procuram a ironia do tempo
Os gritos que um rosto apregoa
Uma taça de ouro frio
O tempo que uma alma magoa


Boa semana


Doce beijo