terça-feira, 13 de fevereiro de 2007

Hoje quero escrever , mas não a ti ...

Hoje quero escrever , mas não a ti ...
Hoje quero escrever sem tu me ouvires, sem saberes .
Quero dizer que te amo muito , que te amo desesperadamente , meu querido Amor impossivel .
Quero dizer que hoje a esperança é menor que ontem , que hoje pensei em desistir ...
Perdoa-me ...
Até já , meu Amor...

2 comentários:

broken disse...

Olá Paula,

Para além do nome temos em comum uma história de vida um tanto ou quanto complicada.

Estamos em lados "opostos", mas ainda assim um amor "impossível" em comum.

Vou comentar os teus outros posts

ZezinhoMota disse...

Lindo este teu poema, que diz bem dos teus sentimentos e por isso realça a tua sensibilidade.

Gostei muito de te ler...

Boa semaNA.

Bjnhs

ZezinhoMota

http://zezinhomota.blogspot.com
http://poetaremportugues.blogspot.com